Atenção!!!

Com a mudança de endereço, qualquer link clicado que não abrir basta trocar:

o homm3 por heroesofmightandmagic3 que abrirá.

Links muito antigos acabaram ficando quebrados mesmo. Só os mais atuais que irei dar uma atualizada.




sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Ele era apenas um, ele era fraco, mas como deu prejuízo!!!!

A estratégia: Atacar o inimigo primeiramente com uma pilha de apenas uma criatura
O objetivo: Diminuir o prejuízo ao sofrer retaliação do inimigo.
Quando que pode ser útil a estratégia? Quando suas tropas estão em desvantagem numérica e/ou o herói possui espaço livre no exercito.
Não pode esquecer: Se a criatura única não é a mais rápida do seu castelo você deve ESPERAR (adiar o ataque) das outras criaturas, já que a criatura única deve atacar o inimigo primeiro. Você tem também que ver se vale apena adiar o ataque dessas criaturas.

Uma imagem para ilustrar a estratégia. Aqui, um único Gnoll vai se sacrificar para atacar 45 Pegasus. Depois uns 60 Gnolls, uns lizards e, principalmente, mais uns 24 Basilisk (que esperaram o turno), além de uns Dragon Fly (que não aparecem na imagem), vão atacar na sequência os 45 Pegasus. Essa mesma estratégia poderia ser usada contra o Centauro que está na cara do Lizard.


Descrição:
Quando uma criatura é atacada ela tem direito de dar um ataque de resposta. Atacar um Dragão, um Archangel costuma a ser doloroso e resultar em um considerável prejuízo, às vezes de 500, 1000 hp conforme o poder desse inimigo.
Essa estratégia surge buscando diminuir esse prejuízo. Pois atacando primeiro com uma única criatura, o prejuízo que iria ser em uma criatura importante para você será anulado.

É uma boa idéia, sacrificar apenas uma única criatura (de preferência fraca e inútil), em vez de perder várias importantes que morreriam ao sofrer um dano de 1000, por exemplo. Isso é um lucro considerável.
É vital nessa estratégia que depois do ataque da criatura única que as outras criaturas do grupo aproveitem “o ataque livre” e descontem toda a sua ira no inimigo, pois se o turno chegar ao final e as outras não aproveitarem, de nada valerá o sacrifício.
Essa estratégia pode funcionar bem com criaturas que abrem o turno e são fracas, como, por exemplo, uma pilha de um único Dragon Fly, um único Pegasus, mas também pode se tentar fazer com criaturas lentas como um Gnoll / um Imp. A diferença é que o Gnoll fecha o turno do Fortress, é lento (o inimigo em alguns casos pode ficar longe do Gnoll, o Gnoll tem que estar bem pertinho), além disso, você tem que usar o comando Esperar (adiar o ataque), em vez de atacar primeiro com as outras criaturas (que vão atacar depois que o inimigo desperdiçar sua retaliação com o Gnoll).

Obs: Logicamente, em vez de ser uma pilha de apenas uma criatura, o jogador pode fazer uso dessa estratégia utilizando uma pilha de algumas criaturas fracas para preservar uma pilha que para você seja mais importante. A idéia é preservar as criaturas mais importantes.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Colaboradores